Browsing Tag

Etiqueta

Comportamento & Etiqueta

DICAS DE ETIQUETA PARA ESCOLHER BEM OS PRESENTES DE NATAL

10 de dezembro de 2018

As festas de final do ano estão se aproximando e com isso começam os dilemas: pra quem eu devo dar presente de natal?

A primeira dica é: faça uma lista. A lista vai permitir que você se organize e que você visualize realmente quem você quer presentear.

A segunda dica é: foque no presente que a tem a ver com a pessoa que você vai presentear e não no seu gosto pessoal. Antes de comprar, saiba as preferências, tamanho e gostos do presenteado. Opte por objetos que possam ser trocados caso a pessoa não goste.

Outra dica é: escolher presentes mais neutros como chocolate, agenda, porta retrato ou um bom livro. Não há como errar neste tipo de presente: agradam a todo mundo e cabem no bolso!

Para mulheres: A vantagem de dar presentes para uma mulher é que há várias opções, aposte em bijuterias, roupas, maquiagens e perfumes. Bolsas e carteiras com várias repartições também são super úteis e práticas para o dia a dia.

Para homens: Para presentear os homens, você pode apostar em um kit de cosméticos com itens para barbear, a camisa do time preferido, uma colônia suave, uma gravata ou um estojo com um canivete e um saca-rolhas, todo homem adora!

Para crianças: As crianças geralmente já fazem uma listinha para o Papai Noel o que já ajuda muito! Só não se esqueça de usar um filtro para evitar presentes muito extravagantes e que desagradem os pais. Prefira brinquedos educativos que vão auxiliar no desenvolvimento dos pequenos!

Presenteie realmente quem é da sua intimidade, afinal o verdadeiro espírito de natal não é para trocas de presentes e sim para comemorarmos o nascimento de Jesus.

Comportamento & Etiqueta

A IMPORTÂNCIA DA ETIQUETA SOCIAL E PROFISSIONAL NO MUNDO TECNOLÓGICO, INOVADOR, EMPREENDEDOR E SUSTENTÁVEL:

28 de setembro de 2018

No começo do mês de agosto participei do CITIES (Congresso Internacional de tecnologia, inovação, empreendedorismo e sustentabilidade), e na primeira palestra já me peguei pensando em todas as mudanças de comportamento em relação as regras de etiqueta.

Será que ela está fadada ao insucesso com todas as mudanças apresentadas? E me fazendo um monte de questionamento cheguei a seguinte conclusão:

  • Relações humanas: a etiqueta social não mudará nunca a não ser que pode e deve sofrer algumas adaptações, porque? Pelo simples fato da etiqueta social voltada completamente para o próximo, ou seja, no respeito ao próximo, na delicadeza, no bom senso, nos bons modos simplesmente para manter um bom convívio entre as pessoas.
  • Escala de valores: a etiqueta social vem nos ensinar a respeitar o outro dentro da escala de valores de cada um e, para tanto, devemos superar as desigualdades existentes, passando à aceita-las como elemento necessário para o crescimento humano.

Com isso, acredito que por mais tecnológico que o mundo precisa se tornar, por mais inovador, empreendedor e sustentável, acredito na ligação entre o ser humano e com isso as regras e condutas de comportamento permanecem a mesma. Respeitando o espaço do outro e o meu próprio espaço. Claro que existem algumas profissões que o jeito de vestir, falar, comunicar mudam (e muitas vezes não enquadram mais no padrão de etiqueta profissional), mas as relações humanas, estas sim são imutáveis, ou seja, ser moderno, inovador é ser respeitoso com tudo e com todos.

 

Comportamento & Etiqueta

ETIQUETA PARA OS SÍMBOLOS NACIONAIS, BANDEIRA E HINO NACIONAL:

17 de junho de 2018

Como trabalho com eventos, vejo muitas aberrações quando o assunto é hino e bandeira.

Vamos às regras de etiqueta embasadas nas normas de cerimonial da presidência da república da Lei de n° 5.700 de 1° de setembro de 1971.

1-De acordo com o artigo 23.: no capítulo II que discorre sobre a forma dos símbolos nacionais, para bandeira nunca se abate em continência. Ou seja, no momento da execução do hino não tem necessidade de olhar para bandeira exceto os militares, nós meros civis, podemos somente ficar em pé com braços para baixo na direção do corpo. Portanto leitores, não existe respaldo legal para voltar se a bandeira. Além do mais fazendo isso, você demonstra que a bandeira é mais importante que o hino nacional e portanto tem precedência sobre este, o que não é verdade. Pois os símbolos nacionais são símbolos que representam a nação, portanto não tem precedência e muito menos hierarquia sobre eles.

2- Aplausos: não aplaude se o hino se tocado por som mecânico, somente se alguém estiver cantando, aplaudimos o artista e não o hino.

3- Gentileza: por uma questão de respeito o hino do país visitante sempre é executado antes do país anfitrião. Lembrando que o hino deve ser executado sempre no inicio das cerimônias e não no final.

Portanto, em ano de copa do mundo vale a pena saber um pouco mais sobre as regras de etiqueta para o hino, ou símbolos nacionais, afinal iremos escutar mais do que de costume.

Boa copa!!

Comportamento & Etiqueta

R.S.V.P

13 de junho de 2018

O que significa? E Pra que existe?

Recebi uma mensagem de uma leitora e ela solicitou que escrevesse sobre esse assunto. Por mais que já falamos sobre ele outras vezes compensa relembrar.

O que significa essa sigla R.S.V.P nos convites?  A expressão francesa “Répondez S’il Vous Plait” que em português significa “Responda Por Favor”. E o porquê ela existe? Existe para dar mais organização para um evento, ou seja: as pessoas que estão organizando vão saber ao certo quantas pessoas vão ao evento, afinal hoje em dia qualquer despesa extra se cortada faz um bem para saúde do evento, além de ser extremamente elegante da parte do convidado. Portanto:

  • Responda sempre: confirme
  • Existem várias maneiras hoje de fazer essa confirmação: telefones, e-mails, QR Code, etc. Não tem desculpas para não fazer.
  • Pense como se a festa fosse sua: você ia gostar ou não de saber quem vai? Faça com os outros o que gostariam que fizesse com você.

A regra neste caso é simples. Vale a pena perder um pouco do seu tempo para ajudar o outro, isso faz diferença!

Comportamento & Etiqueta

RECEBENDO VISITAS EM CASA

10 de abril de 2018

Muitos questionamentos aparecem quando o assunto é visita em casa, porém a dica mais preciosa e simples da etiqueta é: continue sendo você.

Prepare a casa sim para receber as visitas, é elegante planejar o dia a dia porque vai mudar um pouco sua rotina.

Arrume o quarto: deixe o ambiente o mais confortável possível, arrume a cama, deixe toalhas a disposição da visita e de preferência coloque uma cartinha de boas vindas com um bombom em cima, além de elegante a pessoa que recebe começa a se sentir em casa.

Planeje o cardápio: sim! Deixar as visitas decidirem o que comer é muito deselegante, porém impor também é. Então arrume o café da manhã e converse dando dicas de lugares interessantes para saírem para se alimentar. Caso a visita vá ficar na sua casa para o almoço e você precisa sair para o trabalho, já deixe tudo organizado.

Arrume o banheiro: troque o papel higiênico por um novo, deixe pasta dental a disposição, coloque um novo sabonete e tenha sempre opção de shampoo e condicionador.

Todos os detalhes devem ser pensados, afinal se você está recebendo uma visita em casa é sinal de que você é uma  pessoa querida e tem amigos que gostam de estar em sua companhia. Então aproveite o tempo e quebra de rotina e deixe a pessoa se sentir em casa.

 

Comportamento & Etiqueta

Tirar ou não os sapatos antes de entrar em casa?

10 de março de 2018

O hábito de tirar os sapatos antes de entrar em casa é de fato higiênico, porém credito que isso vai além de um problema de higiene. O problema maior é principalmente uma questão cultural, ou seja, países como o Japão por exemplo, as pessoas tiram os sapatos ao entrar em casa pois todos os seus mobiliários (inclusive mesa de jantar) estão no chão. Na Europa também existe esse hábito. Para quem vive nesses países ok, sem problemas recomendar o não uso dos sapatos, porém no Brasil não temos essa cultura (a não ser pessoas que tenham influência com esses países).

Não estou defendendo o uso dos sapatos em casa, muito pelo contrário, estou passando uma reflexão de respeito a cultura de todos os países e não impor nada que você acredita ser o certo em cima da cultura do país que você vive. Isso sim é ser elegante.

Especialistas concordam que poucas pessoas adoecem porque alguém está usando sapatos na sala de estar: as chances de pegar uma doença por bactérias do sapato são as mesmas dentro ou fora de casa.

Volto a repetir não estou falando de usar ou não, que essa prática é correta ou não, estou expondo aqui que tudo é uma questão cultural, e se envolve cultura, devemos respeito maior a ela.

Agora, caso você queira implantar esse costume em sua residência você tem plenos direito, porém faça com muita gentileza. Coloque na entrada da sua casa uma prateleira, logo que seus convidados chegarem eles já vão perceber que precisam retirar o sapatos ao entrar no seu lar.

Tirando ou não os sapatos o ideal é ser gentil, principalmente quando você é o anfitrião do dia.

 

Comportamento & Etiqueta

ETIQUETA SOCIAL NO MOMENTO DO DIVÓRCIO

10 de fevereiro de 2018

Quem já passou ou já conviveu com alguém que passou por esse momento sabe exatamente como é complicado esse momento. Porém como pessoas civilizadas que somos devemos manter algumas regrinhas básicas para que o trauma do momento não intensifique.

Evite palpites: evite dar palpites neste momento, a não ser que os envolvidos te peçam.

Assuntos delicados: mesmo a separação sendo consensual tudo neste momento vira fogo.Por isso, o correto é conversar sempre com um mediador de confiança, para que a conversa não se torne um tumulto.

Filhos: o momento pede guarda compartilhada, porém use o bom senso de deixar a vontade das crianças prevalecerem, porque com as crianças que temos hoje elas sabem muito mais do que é melhor pra elas do que os próprios pais.

Redes sociais: evite postar que separou e que está bem. Este momento é intimo e por mais maravilhoso que possa ser pra você respeite a pessoa com quem você conviveu.

Novos relacionamentos: evite impor a presença do novo parceiro ou parceira, principalmente se a ocasião for festa de filhos ou festa da escola dos filhos. Deixe seu novo parceiro entrar aos poucos na vida das suas crianças, além de saudável a cabecinha deles vão pirar se isso for rápido demais.

O correto é sempre agir com bom senso, por mais que a situação seja desfavorável.

Comportamento & Etiqueta

A LINHA TÊNUE DE SER POLITICAMENTE CORRETO

10 de janeiro de 2018

Tudo hoje em dia circula entre ser politicamente correto, o que está fazendo com que as pessoas percam a noção do que realmente gosta e do que realmente quer. Vivemos numa sociedade que todos parecem um soldadinho de chumbo, andando na mesma direção que todos. O que a etiqueta tem a ver com isso? Tudo! É elegante sim, ter opinião própria, porém saber como expressar é essencial. É elegante pensar diferente, porém não impor o que pensa sobre as outras pessoas. É elegante não seguir padrão, porém é necessário respeitar as pessoas que querem seguir padrões. Ou seja, é elegante sim ser politicamente correto para não ofender nem magoar pessoas, porém é super deselegante ser politicamente correto somente para agradar a sociedade. Aproveite a onda do politicamente correto e faça algo sim pelo bem das pessoas e não para o bem do seu umbigo

Comportamento & Etiqueta

QUAL COMIDA POSSO COMER USANDO AS MÃOS E NÃO TALHERES?

1 de outubro de 2017

Hoje em dia virou febre a questão dos food truck, finger food etc., porém as pessoas ainda ficam meio sem jeito de comer nesses ambientes, porque a maioria deles nem mesa de apoio têm, então o jeito e tentar comer com a mão sem cometer muita gafe.

  • Pastéis, coxinhas, empadas, comida árabe, tacos mexicanos, pizza, hambúrguers, cachorro quente: tudo isso é permitido comer com as mãos. Apenas antes de pedir lave as mãos ou tenha sempre por perto ao álcool em gel, além de higiênico é elegante.
  • Observe o tamanho do alimento: antes de pedir o alimento verifique o tamanho. Veja se vai conseguir comer sem os talheres, aí sim faça sua escolha. Porém caso queira muito comer tal comida, peça para que cortem o pedaço em duas partes.
  • Guardanapos: sempre esteja com as mãos cheias de guardanapos, assim você evitará tragédias como molhos, carnes e verduras, caindo em sua mão.

O interessante é aproveitar o momento e se reinventar afinal essas novas formas de alimentação vão se tornar cada dia mais comum em nosso cotidiano. Bom apetite.